Leilõs Presenciais, Online, Judiciais e Extrajudiciais.

área exclusiva
Esqueceu a senha?

Não tem cadastro? cadastre-se agora

1º LEILAO JUDICIAL CENTRAL DE AVALIAÇÃO E ARREMATAÇÃO - Leilões Araújo

Terça, 24 de Novembro de 2020
Cód.: 1026/2020
Online
1º LEILAO JUDICIAL CENTRAL DE AVALIAÇÃO E ARREMATAÇÃO
Leilão: BENS IMÓVEIS E MÓVEIS
Local físico do pregão: Site do leiloeiro (www.leiloesaraujo.com.br) - NATAL-RN
Data
01 /Dez 09h00m
Total de lotes: 65
  • LOTE: 051

    INFORMAÇÕES DE ABERTURA
    Incremento: R$ 4.000,00
    Total de visualizações: 7
    Total de Lances: 0
    Arrematantes homologados: 363
    Avaliação: R$ 414.840,00
    Lance inicial: R$ 414.840,00
    Incremento: R$ 4.000,00
    ICMS: R$ 0,00
    Data: 01 de Dezembro de 2020 às 09h00
    Localização: /

FORMAS DE PAGAMENTO

À vista após o término do leilão, ou se parcelado, no máximo em 30 meses, devendo ser pago após o término do leilão o percentual de 25% a título de caução/entrada/sinal e o restante em até 30 parcelas. Do valor arrematado terá o acréscimo de 5% referente à comissão do Leiloeiro Público designado.Parcela mínima R$ 1.000,00 (um mil reais). INFORMAÇÕES: (84) 9 9411-2140

Descrição detalhada

PROCESSO nº 0822443-24.2014.8.20.5001– Ação: EXECUÇÃO FISCAL (1116) - EXEQUENTE: Município de Natal EXECUTADO: EVILAZIO FLORENCIO DE LIMA

OBJETO: 01 (um) imóvel residencial localizado na RUA CEL JOSE GUIMARAES, 163 - 59056-650, Natal/RN, encravado num terreno medindo 235,46 m² de área total, com área do terreno privativa medindo 203,96, área construída total medindo 172,37 m² e área construída privativa medindo 149,30. Com testada principal de 12,20 metros por 19,30 metros de profundidade. Sequencial 10520309. Avaliado em: R$414.840,00 (quatrocentos e quatorze mil oitocentos e quarenta reais).

últimos lances recebidos

ver mais lances                    
valorusuário/placalocalidadedata/horário
Nenhum registro de lance.

OBS: Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - Arts. 186 e 927 do Código Civil. Ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal.